Sudão do Sul lança plano de prevenção contra a expansão da cólera

  • Por Agencia EFE
  • 16/05/2014 15h36

Juba, 16 mai (EFE).- As autoridades de saúde do Sudão do Sul lançaram um plano para conscientizar os cidadãos do país sobre os riscos da cólera e educá-los em medidas preventivas, anunciou nesta sexta-feira o ministro da Saúde, Riek Kai Kuk.

Em declaração à Efe, Kai Kuk afirmou que seu ministério contará com três sedes administrativas em Juba nas quais serão elaboradas medidas para a campanha.

“Pelo menos 55 carros equipados com alto-falantes percorrerão os bairros para educar o povo sobre os perigos da doença e as medidas de prevenção”, esclareceu.

Kai Kuk lembrou que, no país, “não se pode depender somente da rádio e da televisão” para esse tipo de campanha, já que nem todos os sudaneses têm acesso a esses aparelhos.

Dentro dessas medidas, o ministro anunciou que serão enviados imediatamente todos os casos detectados de cólera ao hospital de Juba.

Além disso, serão formados cinco comitês que se encarregarão de informar as pessoas sobre onde receber tratamento e serão distribuídas em vários bairros da capital cinco ambulâncias específicas para socorrer os infectados pela doença.

Também nas províncias do país serão adotadas medidas excepcionais, como a proibição de alimentos como fruta ou cana-de-açúcar na rua e a obrigação de manter o peixe sempre limpo e longe das moscas.

Segundo dados do departamento de vigilância e doenças do Ministério citadas pelo jornal sul-sudanês “Al Masir”, os casos do último surto de cólera no país subiram para 21 – um deles mortal. EFE