Suécia: segundo suspeito de ligação com atentado com caminhão é preso

  • Por Estadão Conteúdo
  • 09/04/2017 13h14
JNE01. Stockholm (Sweden), 09/04/2017.- Sweden's Regional Strategic Commander Jan Evensson, National Strategic Commander Jonas Hysing, and Security Service Head of Operations Johan Olsson, hold a police briefing on the 07 April terror attack in central Stockholm, Sweden 09 April 2017. A hijacked beer truck ploughed into pedestrians on Drottninggatan and crashed into Ahlens department store, killing four people, injuring 15 others late 07 April 2017. (Atentado, Estocolmo, Suecia) EFE/EPA/MAJA SUSLIN SWEDEN OUT EFE/EPA/MAJA SUSLIN Jan Evensson

A promotoria da Suécia informou neste domingo que uma segunda pessoa foi presa neste domingo por suspeita de ligação com o atentado com caminhão que matou quatro pessoas em Estocolmo na sexta-feira e de crimes contra a nação. A porta-voz da promotoria Karin Rosander disse que “uma pessoa suspeita de crimes terroristas por assassinato foi presa” neste domingo. Ela não deu mais detalhes sobre o novo suspeito.

Mais cedo, a polícia de Estocolmo disse que o principal suspeito do ataque com caminhão que matou quatro pessoas na sexta-feira era um requerente de asilo, natural do Usbequistão, que teve o seu pedido de residência na Suécia rejeitado e estava sendo procurado pelas autoridades para deportação.

Jan Evenssen, da polícia de Estocolmo, disse que as autoridades interrogaram mais de 500 pessoas na investigação até agora.

As quatro vítimas mortas no ataque com caminhão em uma movimentada rua de compras da cidade na sexta-feira incluíam um homem britânico, uma mulher belga e dois suecos, conforme autoridades dos três países. As identidades das vítimas não foram divulgadas. Fonte: Associated Press.

Milhares de pessoas se reúnem em Sergels Torg, no centro de Estocolmo, para vigília após ataques terroristas na Suécia (EFE/EPA/MAJA SUSLIN)