Câmera possibilita ver em 360° uma floresta sendo incendiada; confira

  • Por Jovem Pan
  • 18/06/2019 20h08
Robin Townsend/EFEEngenheiro disse que o sistema teve sucesso não só em chegar tão perto de um incêndio, mas de ficar dentro dele

O National Fire Research Laboratory (NFRL), do National Institute of Standards and Technology, em Maryland, Estados Unidos, desenvolveu uma câmera que possibilita, em 360°, ver como é uma floresta de pinheiros pegando fogo.

Matt Hoehler, engenheiro estrutural de pesquisa do NIST, explicou que o sistema, elaborado por ele e seus colegas, teve sucesso não só em chegar tão perto de um incêndio, mas de ficar dentro dele. Até o momento, a câmera havia filmado uma casa pegando fogo, uma depósito com uma coleção de itens de museu e uma cozinha, mas não algo em tão grande proporção quanto uma floresta.

No vídeo, é possível explorar de todos os ângulos como ocorre o incêndio, inclusive perceber a velocidade dele, do momento em que inicia até quando acaba. “Na pesquisa experimental com fogo, os dados mais interessantes que você pode obter são os visuais, de vídeo e fotografia”, afirmou Hoehler.

Confira:

Os cientistas e engenheiros da NFRL desenvolvem, com esses vídeos, maneiras de medir o fogo e seus efeitos para ajudar designers, engenheiros e equipes de emergência a encontrar as melhores maneiras de proteger pessoas, edifícios e outras infraestruturas.

O projeto para capturar vídeo de dentro de um incêndio começou em 2015, quando Hoehler e seus colegas usaram lasers para medir distâncias de objetos dentro de um incêndio. Os lasers foram colocados perto o suficiente para que o calor do fogo os danificasse.

As imagens foram gravadas no sul de Nova Jersey, no Parque de Preservação Franklin, uma área de planície costeira densamente florestada que os primeiros colonizadores aprenderam que não era adequada para a agricultura.

Lá, o Serviço de Incêndios Florestais de Nova Jersey, em coordenação com o Serviço Florestal dos EUA e a Fundação de Conservação de Nova Jersey, realiza queimadas de manejo florestal, para limpar periodicamente a floresta de um crescimento que possa ocasionar incêndios nas comunidades próximas. Além disso, as queimadas promovem uma variedade maior de espécies de plantas e uma floresta mais saudável.

Hoehler viajou para Nova Jersey duas vezes antes que as condições estivessem boas. Em uma das filmagens, o incêndio terminou antes que o fogo pudesse chegar ao local da câmera.