Nova falha no Facebook expõe fotos privadas de 6,8 milhões de usuários

  • Por Jovem Pan
  • 14/12/2018 17h08
EFEProblema foi identificado em setembro, mas só revelado agora

Uma falha de sistema expôs fotos privadas de cerca de 6,8 milhões de usuários do Facebook a desenvolvedores de aplicativos, informou a rede social nesta sexta-feira (14). Alguns programas digitais de terceiros têm autorização de acesso às imagens publicadas na linha do tempo, mas o novo problema permitiu a visualização de material não autorizado.

Entre as fotos restritas que puderam ser acessadas estão as postadas no Facebook Stories e no recurso Marketplace, uma comunidade de compra e venda dentro da rede. No pacote, estão ainda imagens carregadas para download que nunca foram publicadas de fato. Segundo a empresa, os afetados receberam uma mensagem avisando sobre o problema.

Ainda não há informações sobre quais países foram atingidos pelo problema, mas o Facebook recomenda que os usuários atingidos entrem em todos os aplicativos a partir dos quais compartilhou fotos na rede social para verificar a quais arquivos eles têm acesso. Ao todo, mais de 1,5 mil aplicativos de 876 desenvolvedores tiveram o acesso inapropriado.

Falha teria sido corrigida

De acordo com o Facebook, a falha já foi corrigida. A exposição das imagens privadas teria acontecido entre 12 e 25 de setembro deste ano, data em que o aceso foi descoberto. Porta-vozes da empresa ainda não explicaram porque o problema só foi revelado pela empresa agora, quase três meses depois de sanado o problema.

Escândalos

O ano de 2018 marcou uma série de falhas relacionadas à privacidade e à segurança dos usuários da rede social. Em março, foi revelado o escândalo da Cambridge Analytica, que usou dados de 87 milhões de pessoas sem autorização para tentar influenciar eleições presidenciais dos Estados Unidos em 2016. Em setembro, ainda, uma falha de segurança permitiu que 29 milhões de usuários tivessem seus dados roubados por hackers.

*Com informações do Estadão Conteúdo