Telecom Italia desmente negociação para venda de TIM Brasil

  • Por Agencia EFE
  • 18/02/2014 19h02

Brasília, 18 fev (EFE).- O presidente de Telecom Italia, Marco Patuano, desmentiu nesta terça-feira qualquer tipo de negociação para a venda da operadora TIM, filial da companhia italiana.

“Neste momento não tem nenhuma oferta, não tem discussão (sobre a venda da TIM no Brasil). Eu nunca vi uma situação na qual uma companhia que está sendo fechada vai aumentar os investimentos”, disse Patuano aos jornalistas após a reunião que teve em Brasília com o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

Na mesma coletiva, o presidente da companhia informou que a TIM investirá cerca de R$ 4 bilhões no país em 2014, e R$ 11 bilhões até 2016.

Em dezembro do ano passado, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) condicionou a aprovação da operação pela qual Telefônica assumiu todo o capital da Vivo a que a companhia espanhola vendesse sua participação no capital de Telecom Italia ou à venda de TIM Brasil a outra operadora.

Desde então surgiram diversas especulações sobre o futuro de TIM e, inclusive, o jornal “Il Sole 24 Ore” afirmou a que Telefônica preparava um plano para repartir os ativos da TIM entre três rivais, uma informação desmentida, posteriormente, pelo Conselho de Administração de Telecom Italia.

Patuano também falou sobre os rumores que apontam para uma possível fusão entre TIM e a companhia de telefonia fixa e banda larga GVT, controlada pela francesa Vivendi.

“Tem a possibilidade de se fazer uma especulação que isso seria uma combinação ótima, porém nesse momento não estamos falando”, afirmou Patuano.

“No ano passado, aumentamos os investimentos e, neste ano, também vamos aumentar. O nosso compromisso agora é ter a melhor companhia que podemos fazer”, disse Patuano. Ainda de acordo com o presidente da companhia, o Brasil é considerado um mercado central para a empresa. EFE