Temer diz que governo apresentará projeto sobre reajuste escalonado do IR

  • Por Agência Brasil
  • 10/03/2015 17h01
SÃO PAULO, SP, 19.10.2014: DEBATE-PRESIDENTE - Michel Temer (PMDB) - O senador Aécio Neves (PSDB) e a presidente Dilma Rousseff (PT), que disputam o segundo turno das eleições à Presidência, participam do debate da TV Record, neste domingo (19) em São Paulo. (Foto: Rodrigo Dionisio/Frame/Folhapress)Michel Temer (PMDB) no debate entre Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) no dia 19/10/2014

O vice-presidente da República, Michel Temer, esteve reunido hoje (10) com os presidentes da Câmara, Eduardo Cunha, e do Senado, Renan Calheiros, para tratar de assuntos de interesse do governo no Congresso. Segundo Temer, foram discutidas “as medidas que o governo está tomando para obter uma economia saudável”.

Entre elas, o governo busca convencer o Congresso a manter o veto da presidenta Dilma ao projeto de lei que ampliou de 4,5% para 6,5% a correção da tabela do imposto de renda. “A ideia é escalonar, não sei se em três ou quatro faixas, a questão da revalorização da tabela do imposto de renda. Mas vai ser de comum acordo com o Congresso Nacional”, disse Temer. Ele não soube dizer quando o projeto do governo chegará à Câmara.

Questionado sobre o envolvimento de políticos nas denúncias relacionadas à Operação Lava Jato, com 34 parlamentares investigados, o vice-presidente defendeu o Congresso. “O Congresso Nacional é uma instituição. E as instituições devem ser sempre preservadas. É o que nós devemos fazer”, disse.

Temer destacou que só vê “aplausos” para a relação entre o Executivo e o Legislativo e disse que faz o inter-relacionamento entre os dois Poderes “com muita tranquilidade”. Apesar disso, disse que não foi ao Congresso como um negociador do governo, mas sim como um “visitador”.