Tempestades no sul da China deixa ao menos 27 mortos e 2 desaparecidos

  • Por Agencia EFE
  • 06/06/2014 10h00

Pequim, 6 jun (EFE).- As fortes tempestades que atingem nesta sexta-feira o sul da China deixaram pelo menos 27 mortos e dois desaparecidos em seis províncias da região, segundo os últimos números oficiais publicadas pela agência oficial “Xinhua”.

A Comissão Nacional para a Redução de Desastres anunciou que 3,4 milhões de pessoas das províncias de Fujian, Cantão, Sichuan e Guizhou, assim como da região autônoma de Guangxi e do município de Chongqing foram afetadas pelas chuvas que começaram por volta das 14h locais da sexta-feira (3h de Brasília).

Dez pessoas morreram em Guizhou, nove em Chongqing, seis em Sichuan e Guangxi e, as duas restantes, em Fujiang e Cantão.

Além disso, 239 mil pessoas precisaram ser realocadas e 116 mil não têm ainda cobertas suas necessidades mais básicas.

As tempestades inundaram mais de 9.700 casas, danificado outras 55 mil e deixando 19.400 hectares de colheitas arrasados, o que significará perdas econômicas de 3,65 bilhões de iuanes (R$ 1,31 bilhão).

O último episódio de fortes chuvas que afetou o sul e o sudoeste da China aconteceu no início do mês, provocando graves inundações e deslizamentos de terra. EFE