Temporais deixam mais de 30 mortos em Bangladesh

  • Por Agencia EFE
  • 06/04/2015 11h32

Daca, 6 abr (EFE).- As fortes tempestades que atingiram o centro e norte de Bangladesh no final de semana deixou 30 mortos, centenas e feridos e milhares de imóveis danificados, informaram nesta segunda-feira fontes oficiais.

Mais da metade das vítimas mortais, pelo menos 19, faleceram no distrito setentrional de Bogra, onde cerca de 200 mil pessoas seguem sem eletricidade há mais de 40 horas depois da passagem do temporal, explicou à Agência Efe o superintendente de polícia da zona, Mohammed Muzamul Haq.

“A destruição é enorme. Há milhares de casas e outros edifícios destruídos e centenas de feridos, 30 deles em estado grave. As operações de ajuda estão tendo obstáculos pela falta de eletricidade”, disse a fonte.

O temporal teve seu momento álgido na última hora do sábado, mas ainda hoje as autoridades continuam encontrando corpos e contabilizando danos.

Outra das demarcações mais afetadas foi Rajshahi, vizinha de Bogra, onde segundo uma fonte policial consultada pela Efe faleceram cinco pessoas e cem ficaram feridas.

Meios de comunicação do país situam o número de falecidos até o momento em entre 33 e 36, citando diversas fontes oficiais, e dão conta da existência de danos pessoais e materiais em pelo menos 11 distritos do país, incluídos os dois já mencionados e Daca.

Todas as zonas golpeadas pelo temporal estão situadas no norte e central do território.

O mês de abril, que chega após um curto inverno e de um março no qual as temperaturas disparam vertiginosamente, costuma ser um mês de intensas tempestades pontuais em Bangladesh.

Os temporais também afetam de maneira importante as embarcações no mar e nos muitos rios e lagos que banham o país asiático, produzindo naufrágios.

Na semana passada, coincidindo com outro forte tempestade, pelo menos 15 pessoas perderam a vida em dois naufrágios ocorridos em diferentes pontos dos arredores de Daca. EFE