Temporal no Reino Unido mata 2 pessoas

  • Por Agencia EFE
  • 15/02/2014 07h02

Londres, 15 fev (EFE).- Duas pessoas morreram em outra noite de forte temporal de chuva e vento no Reino Unido, que causou cancelamentos no serviço de trens e voos na Inglaterra, incluindo o aeroporto londrino de Heathrow.

Um homem de 85 anos morreu em um cruzeiro atingido por uma forte onda no canal da Mancha, com ventos de mais de 100 km/h, enquanto uma mulher de 49 anos morreu no centro de Londres, ao cair parte de um prédio sobre o carro no que trafegava.

Segundo a Associação de Redes Elétricas, mais de 140 mil lares da Inglaterra e do País de Gales está hoje sem eletricidade por causa do temporal, que poderia diminuir a partir deste domingo.

Cerca de 30 clientes tiveram que ser resgatados ontem à noite pelo Exército de um restaurante de Hampshire (sudeste da Inglaterra) quando o mar inundou a rua e a água os impedia de deixar o local.

A Agência do Meio Ambiente emitiu 22 alertas “graves” de inundações em uma ampla área litorânea em Cornualha, Hampshire, Gloucester e no Vale do Tâmisa, perto de Londres, onde aconteceram graves inundações.

No litoral foram registradas também inundações por causa de ondas que chegaram a atingir até dez metros.

Desde o final de 2013 o Reino Unido se viu castigado por contínuos temporais procedentes do Atlântico e desde então cerca de 6.000 propriedades ficaram inundadas no país. EFE