Tenda de cirurgia de cataratas desaba em Ceilândia e deixa dez feridos

  • Por Agência Brasil
  • 10/04/2014 16h31

Pelo menos 150 pessoas receberam atendimento médico após a queda de uma tenta armada ao lado da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Ceilândia, no Distrito Federal, preparada para um mutirão de catarata.

Vítimas de pequenos ferimentos, hipotermia e crise nervosa, a maioria de idosos foi atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Os dez casos mais graves foram levados para o Hospital da Ceilândia e para a própria UPA, onde permanecem em observação.

Os médicos informaram que três pessoas estão em estado grave. Os casos mais graves eram o de um homem com ferimentos na cabeça, outro que precisou ser operado e o de uma mulher que sofreu fratura em uma perna.

A tenda desabou após chuva e ventos fortes, por volta das 13h. Foi montada para consultas oftalmológicas e cirurgias de cataratas. No momento da queda havia 126 pessoas agendadas para cirurgia e 137 para consulta. Mais de mil estariam aguardando no local ou próximo a ele.

Com informações de José Maria Trindade, repórter Jovem Pam, e Agência EFE