Terceira vítima de acidente em barragem é identificada, diz prefeitura de Mariana

  • Por Agência Estado
  • 09/11/2015 20h47
MARIANA,MG,06.11.2015:ROMPIMENTO-BARRAGEM - Vista de área atingida pela enxurrada de lama após rompimento de barragem de rejeitos da mineradora Samarco, em Bento Rodrigues, distrito de Mariana (MG), na manhã desta sexta-feira (6). O acidente aconteceu nesta quinta-feira (5) e inundou várias casas. Cerca de 2 mil pessoas foram atingidas diretamente pela tragédia e precisarão deixar suas casas. (Foto: Cristiane Mattos/Futura Press/Folhapress)Barragem que se rompeu em Minas Gerais estava regular

Na tarde desta segunda-feira, 9, foi identificado o corpo de Valdemir Aparecido Leandro, de 48 anos, funcionário da empresa Geocontrole, prestadora de serviços para a Samarco. A informação consta em boletim de prefeitura de Mariana, em Minas Gerais. A vítima é a terceira identificada após o rompimento de duas barragens na cidade.

Ainda segundo a prefeitura, um corpo foi resgatado no município de Barra Longa, ainda sem identificação e sem confirmação de sexo e idade. Outro corpo está no Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte, aguardando identificação. 

Com as novas informações, o número de pessoas desaparecidas, segundo a prefeitura, passa para 24, sendo 11 funcionários e 13 moradores. O número de desabrigados agora é de 612 – 162 famílias estão hospedadas em hotéis de Mariana.

O motorista Sileno Narkevicius de Lima, de 47 anos, funcionário de uma empresa terceirizada que prestava serviço para a mineradora Samarco, foi a segunda vítima confirmada. A identificação foi feita na madrugada desta segunda-feira, 9.

A primeira vítima da tragédia foi Cláudio Fiúza, funcionário da Samarco, que teve um mal súbito no momento em que a barragem desabou, conforme informações dos bombeiros.