“Tivemos que passar pelos corpos para chegar ao hotel”, conta brasileira em Nice

  • Por Jovem Pan
  • 15/07/2016 12h08
Caminhão atropela multidão durante Dia da Bastilha em Nice; veja fotos

A brasileira Bruna Fabris, que estava em Nice na noite do atentado que deixou 84 mortos e cerca de 100 feridos, contou com exclusividade à Jovem Pan sobre o que viu no maior ataque da história recente da França. “Estou com uma maiga que já morou na França. A gente estava no hotel que fica na orla, bem em frente de onde tudo ocorreu. Fizemos reserva no restaurante em frente ao hotel. Quando isso aconteceu, a gente tinha acabado de pedir a conta, vimos a movimentação. Corremos para dentro do restaurante”, disse.

Bruna está no país em viagem de férias e seu hotel fica em frente a avenida principal onde o franco-tunisiano Mohamed Lahouaiej Bouhlel atropelou as pessoas que comemoravam o 14 de julho, dia da Queda da Bastilha.

O restaurante que ela e a amiga estavam possui teto de ferro, com o desespero, Bruna contou que as pessoas que estavam nas ruas subam pelo telhado, já que o local havia fechado as portas. “A gente não sabia o que fazer. Tinham feridos dentro do restaurante. Eles pularam pelo teto, então acabaram quebrando a perna, com fratura exposta”, lembrou.

Como a avenida costeira, onde ocorreu o atentado, ficou interditada após o ataque, Bruna e a amiga tiveram dificuldades até mesmo para voltar ao hotel. “A gente teve que passar no meio dos corpos. Não tinha como desviar. dava para ver que tinha criança. Foi um show de horror”.

“No nosso hotel teve muita gente que não apareceu até agora. A recepção tentou entrar em contato, mas ninguém sabe o que aconteceu com eles, se estão no hospital, se acabaram falecendo”, lamentou a designer de interiores.

Bruna destacou ainda que Nice acordou deserta. “A cidade está deserta. Parece que a gente está em um deserto. As pessoas que estão pelas ruas são as que estão em hoteis. As praias estão fechadas com grades. Nenhum barulho, todos cabisbaixos. É muito triste ver essa cena, eu não esperava”, disse.

O caminhão de 25 toneladas avançou sobre as pessoas em alta velocidade pela avenida costeira de Nice, Passeio dos Ingleses. O veículo avançou por cerca de dois quilômetros, atingindo pessoas pelo caminho.

Assista ao vídeo feito por Bruna Fabris: