Topografia de SP poderia impedir ciclovias como alternativa para mobilidade

  • Por Jovem Pan
  • 30/08/2014 09h28

A topografia de São Paulo pode impedir que ciclovias sejam alternativas de mobilidade para os paulistanos, afirmam especialistas. A prefeitura tem como meta implantar até o fim de 2015 cerca de quatrocentos quilômetros de faixas restritas para bicicletas na capital.

Para cumprir a promessa, a administração municipal está excluindo vagas de estacionamento e a motofaixa das avenidas Vergueiro e Liberdade. O consultor em Trânsito e Transporte, Humberto Pullin, disse a Anderson Costa que as ladeiras irão dificultar que as ciclovias atraiam a população.

*Ouça os detalhes no áudio

Humberto Pullin entende que não há uma demanda reprimida que começará a usar bicicleta após a implantação das ciclovias. O consultor em Engenharia de Tráfego, Horácio Figueira, acha que o paulistano vai demorar para entender a bicicleta como um meio de transporte:

O especialistas de trânsito não concordam com as motofaixas na cidade por entenderem que a moto deve ser tratada como um veículo semelhante ao carro. A prefeitura vai assinar nos próximos dias convênio com a Guarda Civil Metropolitana para fiscalizar ciclovias e impedir a invasão de outros veículos.