Trânsito brasileiro registra 500 mil mortes e 10 milhões de feridos em 10 anos

  • Por Jovem Pan
  • 09/12/2014 09h10

O trânsito brasileiro registrou 500 mil mortes e 10 milhões de feridos em 10 anos. Dados do Sistema Único de Saúde apontam que no ano passado 40 mil pessoas perderam a vida em acidentes, contra 44 mil em 2012. A queda de 10% é a maior desde 1998, quando entrou em vigor o novo Código de Trânsito, com aumento das multas e punições.

Em entrevista a Marcelo Mattos, o professor da Universidade de Brasília, Davi Duarte, criticou a formação dos motoristas, principalmente dos jovens. No mês passado, uma mudança na legislação aumentou as multas em até 900% em infrações como ultrapassagens proibidas e rachas.

*Ouça os detalhes no áudio

A redução dos acidentes em 2013 interrompe alta de 3 anos e coincide com a nova Lei Seca, com punições também mais rigorosas aos motoristas. O Brasil registra, no trânsito, 20 mortes por cada 100 mil habitantes, bem acima das 8 em países desenvolvidos, e maior do que na Argentina e Rússia.

O presidente da Comissão de Trânsito da OAB, Maurício Januzi, lembrou que a mudança dos números depende da efetiva fiscalização das autoridades. O DPVAT, Seguro Obrigatório, pagou 60 mil indenizações por morte e 350 mil por invalidez permanente no ano passado.

Em 10 anos, as mortes de ocupantes de carros cresceram 32%, contra 130% dos motociclistas, principais vítimas ao lado de pedestres.