Três oficiais dos serviços secretos no Iêmen são mortos a tiros

  • Por Agencia EFE
  • 21/04/2014 13h04

Sana, 21 abr (EFE).- Supostos membros da rede terrorista Al Qaeda assassinaram nesta segunda-feira a tiros três oficiais dos serviços secretos do Iêmen em dois ataques realizados no centro da capital, Sana, informaram à Agência Efe fontes do Ministério Interior do Iêmen.

O coronel Mohammed al Nashdi e o maior Mohammed ao Arish foram assassinados a tiros por dois homens vestidos com uniforme militar e que se deslocavam de moto, desde a que abriram fogo contra o veículo dos militares quando circulava por uma avenida central do oeste de Sana.

Em outro ataque, um oficial da Inteligência da Força Aérea iemenita foi assassinado a tiros em seu próprio carro por dois homens que se deslocavam em uma motocicleta, disse à Agência Efe uma fonte do aeroporto internacional de Sana.

As fontes de segurança disseram que os atentados são a primeira reação aos ataques aéreos lançados entre sábado e domingo por drones (aviões não tripulados) americanos contra campos de treinamento da Al Qaeda nas províncias de Abien e Shabua, situadas no sul do Iêmen.

Mais de 40 supostos membros da Al Qaeda, entre eles um líder, morreram no fim de semana em cinco bombardeios de drones, informou hoje à Efe uma fonte do Ministério iemenita do Interior.

Esse tipo de ataque com aviões não tripulados é frequente no Iêmen, país que os Estados Unidos consideram uma frente avançada na luta contra a Al Qaeda.

Para as autoridades americanas, a organização da Al Qaeda na Península Arábica, com base no Iêmen, é um dos braços mais perigosos e ativos da rede terrorista. EFE