Três policiais russos e quatro islamitas morrem em combate no Daguestão

  • Por Agencia EFE
  • 15/01/2014 09h06

Moscou, 15 jan (EFE).- Três policiais russos e quatro guerrilheiros islamitas morreram nesta quarta-feira em um combate na cidade de Karlanyurt, no oeste do Daguestão, informou o Ministério do Interior dessa república russa no Cáucaso Norte.

“A fase ativa da operação terminou. Segundo dados preliminares, há quatro guerrilheiros mortos. Neste momento, a casa na qual estavam escondidos está sendo examinada por artífices”, indicou um porta-voz dessa pasta à agência russa “Interfax”.

Anteriormente, a polícia informou que no tiroteio tinham morrido três agentes e outros cinco haviam sido feridos.

De acordo com um comunicado do Comitê Nacional Antiterrorista (CNA) da Rússia, que coordena as ações das forças de segurança, entre os guerrilheiros mortos se encontra Marat Idrísov, líder de um grupo islamita que atua na região de Khasaviurt, junto à fronteira administrativa com a Chechênia.

O CNA destacou que a operação antiterrorista em Karlanyurt não causou vítimas entre a população civil.

O Daguestão, uma das sete repúblicas russas da região do Cáucaso Norte, é palco frequente de atentados terroristas e choques armados entre as forças de segurança e a guerrilha islamita que opera na área. EFE