Tropas iraquianas avançam a oeste de Mossul, última área sob controle do EI

  • Por Estadão Conteúdo
  • 27/02/2017 14h17
HAM04 HAMAM ALI (IRAK) 22/02/2017.- Vehículos del Ejército iraquí patrullan por la carretera del aeropuerto, que también conecta Bagdad con Mosul, al sur de Mosul (Irak) hoy, 22 de febrero de 2017. Las milicias progubernamentales chiíes Multitud Popular arrebataron hoy una localidad al grupo terrorista Estado Islámico (EI), situada al oeste de la ciudad septentrional de Mosul, último gran feudo de los yihadistas en Irak. EFE/Basel RasolVeículos do exército iraquianos patrulham via que conecta Bagdá e Mosul

Unidades da polícia federal iraquiana avançaram para o oeste de Mossul nesta segunda-feira, ganhando controle sobre um bairro ao longo do rio Tigre e de uma das cinco pontes da cidade em meio a intensos confrontos com militantes do Estado islâmico, informou um alto comandante da polícia iraquiana.

Os avanços ocorrem depois que as forças iraquianas tomaram, na semana passada, o aeroporto de Mossul. O oeste de Mossul é a última área urbana significativa que o Estado Islâmico mantém no Iraque. As autoridades iraquianas declararam a metade leste da cidade “totalmente liberada”.

Todas as pontes de Mossul que atravessam o rio Tigre e que se conectam à parte oeste da cidade, ainda mantida pelo grupo do Estado islâmico, foram desativadas por ataques aéreos no ano passado.

O general Gen Thamir al-Hussaini disse que militantes do grupo extremista estavam lutando com atiradores de elite, mísseis anti-tanque e carros-bomba suicidas, descrevendo os confrontos como “ferozes”. Ele acrescentou que as tropas iraquianas sofreram baixas, mas não deu número específico.

Segundo o general, também nesta segunda-feira, em Gawsaq, forças contraterroristas do Iraque se moveram para as proximidades do bairro Wadi Hajar. A emissora de televisão privada Al-Mayadeen, com sede no Líbano, transmitiu ao vivo imagens de Gawsaq, mostrando as tropas iraquianas em veículos blindados. Fonte: Associated Press.