Trump diz que resolução da ONU sobre assentamentos “deveria ser vetada”

  • Por Estadão Conteúdo
  • 22/12/2016 12h36
MHR02. WASHINGTON (EE.UU.), 10/11/2016.- El presidente electo de EE.UU. Donald Trump se dirige a periodistas durante una reunión con el presidente de EE.UU. Barack Obama (no en la foto) en la oficina Oval de la Casa Blanca hoy, jueves 10 de noviembre de 2016, en Washington (EE.UU.). EFE/MICHAEL REYNOLDSDonald Trump no Salão Oval da Casa Branca - EFE

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que um rascunho de resolução do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas contra a construção de assentamentos israelenses na Cisjordânia “deveria ser vetado”. A declaração é a primeira tomada de posição após a vitória eleitoral do empresário republicano nesse assunto delicado no Oriente Médio.

“Como os Estados Unidos têm argumentado há tempos, a paz entre os israelenses e os palestinos só virá por meio de negociações diretas entre as partes, não pela imposição dos termos das Nações Unidas”, afirmou Trump em comunicado. “Isso coloca Israel em uma posição de negociação muito pobre e é extremamente injusto com todos os israelenses”.

O governo de Israel quer que os EUA vetem a resolução antes de ela ser votada nesta quinta-feira. No passado, Trump já doou para uma organização que financia um assentamento na Cisjordânia Ele escolheu como futuro embaixador em Israel David Friedman, que apoia os assentamentos na Cisjordânia.

Governos anteriores democratas e republicanos, porém, vêm sustentando que a criação de assentamentos na Cisjordânia é um impedimento para a paz entre israelenses e palestinos, já que estes desejam essas áreas como parte de seu futuro Estado independente.