Tsipras diz que UE deveria relaxar regras do pacote financeiro para Grécia

  • Por Agência Estado
  • 04/11/2015 14h53
Primeiro--ministro grego Alexis Tsipras discursa em debate sobre referendo no parlamento grego

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, disse que seu país assumiu uma responsabilidade “para além de seus meios” ao lidar com a entrada massiva de refugiados na União Europeia, ao mesmo tempo em que enfrenta uma crise financeira. Falando após uma reunião com o presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, Tsipras disse que a crise financeira causou “uma crise humanitária domesticamente”.

Segundo ele, seu governo desejava que os credores europeus mostrassem “a mesma solidariedade que estão mostrando com os refugiados”.

Em entrevista separada à imprensa em Atenas, porém, o comissário para assuntos financeiros da UE, Pierre Moscovici, indicou que o bloco não deve relaxar as condições para a Grécia. As regras sobre o pacote precisam ser implementadas e “nada deve levar ao relaxamento das reformas”, argumentou Moscovici.