Ucrânia: 5 soldados são mortos apesar de cessar-fogo

  • Por Agencia Brasil
  • 17/02/2015 12h04

Vista de DebáltsevoUcrania explosao

Cinco soldados ucranianos foram mortos e 14 ficaram feridos em combates no Leste da Ucrânia, onde um novo cessar-fogo entrou em vigor no domingo (15). A maior parte das mortes foi registrada nas proximidades da cidade de Debaltseve.

Responsáveis ucranianos e separatistas informaram hoje (17) que rebeldes pró-russos entraram em Debaltseve e comaçaram um confronto com o Exército ucraniano, que procura manter o controle da cidade, considerada estratégica. Fontes separatistas indicaram ainda que estão sendo usados morteiros, lança-granadas e armas de fogo.

Ontem (16), a situação em Debaltseve esteve no centro das negociações de mais alto nível e foi abordada em diversas ligações telefônicas feitas pelo presidente ucraniano, Petro Poroshenko. O líder conversou com o presidente francês, François Hollande, com a chanceler alemã, Angela Merkel, com o presidente russo, Vladimir Putin, e com o secretário de Estado norte-americano, John Kerry.

Merkel, Putin e Poroshenko decidiram adotar o que chamaram de “medidas concretas” para permitir aos observadores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa monitorar o cessar-fogo no terreno.