Uso de nova tecnologia diminui em 20% roubos em aeroporto de Guarulhos

  • Por Jovem Pan
  • 27/05/2015 10h16
Movimentação de passageiros no Aeroporto de Congonhas

Uma das maiores reclamações de turistas no aeroporto internacional de Guarulhos é a criminalidade nos terminais, mas a concessionária que administra o espaço vem conseguindo aumentar a segurança com ajuda de tecnologia e muitas quadrilhas já foram detidas. Com o uso desses novos recursos, de 2013 até este ano esse tipo de ocorrência caiu cerca de 20%, no entanto, o aumento da fiscalização não impediu que em abril deste ano, por exemplo, fossem registrados quase 70 furtos.

Nesta quarta-feira (27), a repórter Jovem Pan Helen Braun conversou com o titular da delegacia especializada em atendimento ao turista, delegado Nico Gonçalves, que disse que esse tipo de crime é praticado por um perfil específico de criminosos: gangues de imigrantes ilegais. “Nós temos uma imensa gama de quadrilhas de latinos que vem para cá, são chilenos, bolivianos, argentinos, peruanos. Eles vêm para o aeroporto e tentam fazer 20 ou 30 roubos em um dia só, porque se ele for preso na terra dele, por exemplo no Chile, vai ficar 5 anos na cadeia e aqui o delegado tem que cumprir a lei e mandar ele embora. A nossa lei é fraca e está atraindo criminosos de outros países para cá”, criticou.

Na delegacia do aeroporto de Guarulhos, o delegado Marcelo Ferrari diz que os bandidos têm vítimas e objetos preferenciais. “Eles procuram a facilidade. Andam pelo saguão e se aproveitam das pessoas mais distraídas, com a bagagem longe da vista. Eles gostam de produtos eletrônicos e buscam mochilas e malas pequenas com laptops e celulares, que é mais fácil de pegar e fugir”, explica. O delegado ainda conta que foram instaladas novas câmeras com melhor tecnologia.

Os bandidos aproveitam a alta circulação de pessoas nos terminais: são 110 mil passageiros e mais de 40 mil funcionários por dia.

Ouça reportagem completa no áudio acima.

 

Assista abaixo flagrantes de assaltos no Aeroporto Internacional de São Paulo André Franco Montoro (Cumbica).