Veículo desgovernado atropela cerca de 14 pessoas em São Paulo; há crianças entre as vítimas

  • Por Jovem Pan
  • 10/11/2014 09h45

Um veículo desgovernado atropelou pelo menos 14 pessoas em calçada na Vila Medeiros, Zona Norte de São Paulo. O atropelamento coletivo ocorreu pouco antes das 22h deste domingo (09) na altura do número 1.171 da Avenida Roland Garros.

As vítimas são fiéis que haviam acabado de participar de um culto em uma igreja evangélica existente no local. Algumas delas se dirigiam a um Fiat Oggi verde, que estava estacionado ali, quando um Marea prata surgiu, em alta velocidade e desgovernado.

O carro subiu na calçada, onde atropelou os pedestres, que foram prensados na porta de uma loja. Em seguida, o Marea colidiu contra o Oggi e parou. Oito equipes do Corpo de Bombeiros, além de socorristas do SAMU foram enviadas para atender os feridos.

O menino Cauã, de três anos, foi levado para o pronto-socorro do Hospital das Clínicas, onde segue internado, após passar por cirurgia nas pernas. Washington Pirolli, pastor que havia acabado de atender o culto na igreja, foi socorrido, com traumatismo craniano, para a Santa Casa de Misericórdia.

A filha dele, Nicole, de apenas cinco meses, também precisou ser levada para um hospital da região. Alan, irmão do pastor, e a mulher dele, identificada como Renata, foram socorridos, com contusões e fraturas diversas, no Hospital Nipo-brasileiro.

As meninas Carolyne, de seis anos, e Tairene, de sete, irmãs de Cauã, e a mãe das crianças, de pré-nome Kátia, estão internadas no Hospital do Mandaqui. Outro casal, parentes de Washington, estão no mesmo hospital, mas não há informações de seus estados de saúde.

De acordo com a Polícia Militar, pelo menos mais quatro pessoas foram vítimas deste atropelamento coletivo, tendo sido socorridas por populares. Com a confusão que se formou no local, o autor do atropelamento e uma mulher que o acompanhava fugiram a pé e ainda não foram identificados.

Populares, revoltados, danificaram parcialmente o Marea. Segundo o tenente Clóvis de Oliveira, do Quinto Batalhão da PM, não há, até o momento, informações de que o condutor, ainda não identificado, estivesse disputando racha com outro motorista.

O caso foi registrado no Septuagésimo Terceiro Distrito Policial, do Jaçanã, onde os fatos serão apurados.

*As informações são do repórter JOVEM PAN Paulo Edson Fiore