Vendas do comércio na Páscoa registram pior desempenho desde 2007

  • Por Agência Estado
  • 28/03/2016 15h35
04/04/2015- Brasilia - Na véspera da Páscoa, moradores do Distrito Federal lotaram o comércio em busca de chocolates para este domingo. No entanto, preocupados com o orçamento, eles pesquisaram os preços e, em relação a anos anteriores, foram comedidos nas compras. As empresas também adotaram estratégias para conquistar consumidores mais resistentes. De acordo com gerentes de lojas, este ano as promoções para esvaziar o estoque começaram mais cedo. José Cruz/Agência Brasil Ovos de páscoa

A recessão econômica teve forte influência negativa nas vendas do comércio na Páscoa, que recuaram neste ano ante o mesmo período de 2015. Conforme o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio – Páscoa 2016, durante a semana da data, entre os dias 21 a 27 de março, as vendas no País recuaram 9,6% na comparação com a mesma semana do ano passado (30 de março a 5 de abril). 

Foi o pior desempenho desde o início da série histórica, em 2007. Somente em São Paulo, a queda foi de 11,6%. 

A Serasa ainda apurou que no final de semana do feriado (25 a 27 de março) as vendas no País diminuíram 9,9% frente ao período equivalente de 2015 (3 a 5 de abril). No Estado de São Paulo, a queda foi de 8,4%. 

Levantamento da Boa Vista SCPC também mostra retração das vendas no período no Brasil pelo segundo ano consecutivo, os únicos da série histórica, que começou em 2008. Em 2016, a queda foi de 5,8% enquanto em 2015 ela foi menos intensa (-0,3%). 

Os especialistas de ambas as empresas explicam que a crise atual faz com que o desemprego se acentue e que o poder de compra dos consumidores diminua.