Vigilância Sanitária publica alerta a médicos por comercialização sem controle de medicamentos

  • Por Jovem Pan
  • 01/04/2014 13h36

O aumento da venda de injeções para Diabetes Tipo 2 a quem quer emagrecer fez Vigilância Sanitária de São Paulo publicar alerta aos médicos. A comercialização sem controle de produtos com nome comercial Victoza e Byieta é preocupante ao se levar em conta os efeitos colaterais das drogas.

O uso indiscriminado dos medicamentos, que não exigem receitas, pode provocar pancreatites e até câncer na glândula tireóide. O diretor do Núcleo de Estudos da Vigilância Sanitária de São Paulo, Adalton Guimarães Ribeiro, explicou os riscos que envolvem os remédios.

*Ouça os detalhes no aúdio

Além do Byieta e Victoza, integram a lista da Vigilância Sanitária os remédios Trayenta, Onglyza, Januvia, Galvus e a substância metformina. O professor de Endocrinologia da Unifesp, Antonio Roberto Chacra, destacou à Renata Perobelli a importância do acompanhamento em consultório.

A reportagem da Jovem Pan constatou que é possível comprar os remédios sem receita médica nas farmácias de São Paulo. Medicamentos injetáveis para Diabetes tipo 2, como Victoza e Byieta, são comercializados livremente também para quem pretende emagrecer.