Vivendi estuda ofertas recebidas pela GVT da Telefónica e da Telecom Italia

  • Por Agencia EFE
  • 28/08/2014 04h43

Paris, 28 ago (EFE).- O grupo francês Vivendi informou nesta quinta-feira que estudará as duas ofertas que recebeu pela GVT, uma da Telefônica, que avalia sua filial brasileira em 7,45 bilhões de euros, e outra da Telecom Itália, que estima o valor em 7 bilhões.

O conselho de vigilância analisará “no melhor interesse dos acionistas de Vivendi e dos empregados da GVT” as ofertas, que além da dimensão puramente financeira estão acompanhadas de propostas de associação em conteúdo, antes de se pronunciar, assinalou a companhia francesa em comunicado.

A Telecom Italia propõe à Vivendi pela GVT pagamento de 1,7 bilhão de euros, e um pacote de suas próprias ações (16% de capital e 21,7% com direito a voto) e outro da TIM Brasil (15%).

A empresa italiana, que se compromete a manter a proposta até 10 de setembro, assinalou que a aquisição de GVT teria ainda que ser submetida a sua assembleia geral, com uma cláusula de saída “em caso de perda significativa de valor” da empresa brasileira.

Já a Telefônica está disposta a pagar em dinheiro 4,663 bilhões de euros, e um pacote de ações da Telefônica Brasil (12%).

Além disso, deixaria a opção de a Vivendi trocar um terço desse pacote por uma participação de 5,7% (com 8,3% com direito a voto) de Telecom Italia, em que a sociedade espanhola também é acionista. A Telefônica só mantém a oferta até amanhã. EFE