Acumulando condenações, Arruda volta a ser candidato ao governo de Brasília

  • Por Jovem Pan
  • 18/02/2014 11h10

José Roberto Arruda, ex-governador do DF, tem uma nova condenação, agora em ação de improbidade administrativa. Em 2008, ele promoveu um jogo amistoso entre Brasil e Portugal e contratou, sem licitação, uma empresa de marketing para cuidar do evento. Ainda cabe recurso. Mas, se for comprovada, renderá suspensão de direitos políticos entre outras punições. 

Segundo Reinaldo Azevedo, este podia ser mais um rolo do político com a Justiça, mas a situação é muito pior. 

“O governo do petista Agnelo Queiróz é tão ruim que Arruda volta a ser candidato a sucedê-lo. O mesmo Arruda que apareceu em vídeo recebendo pacotes de dinheiro de Durval Barbosa”, afirmou. 

Atualmente, Arruda é filiado ao PR, partido de Valdemar Costa Neto. Com Agnelo como maior cabo eleitoral, deve sair (com chances de vitória) como candidato a governador. 

“Desde sua queda, o Distrito Federal não sai das páginas policiais com notícias assombrosas. Brasília é uma terra abandonada, cuja agonia parece não ter fim”, completou.

Ouça a integra no áudio.