Almoço entre Cardozo e Maia não é cordialidade, mas sem-vergonhice

  • Por Jovem Pan
  • 20/09/2016 10h09
Rodrigo Maia e José Eduardo Cardozo - Montagem/AGBR e Senado

Presidente em exercício Rodrigo Maia (presidente da Câmara) e advogado de defesa de Dilma Rousseff no impeachment, José Eduardo Cardozo, almoçaram e riram. Marco Antonio Villa critica a atitude de ambos: “alguém vai me dizer que é a cordialidade brasileira, mas é a sem-vergonhice”, criticou.

Para Villa, não faz sentido o presidente da Câmara, que foi chamado de golpista por Cardozo, almoçar com o defensor da petista. “Você está almoçando com alguém que diz que você é golpista e acha uma grande festa?”, questionou.

Assista ao comentário completo: