Bruno Garschagen: É um escândalo que seja tão fácil hackear políticos

  • Por Jovem Pan
  • 26/07/2019 08h01 - Atualizado em 08/08/2019 19h24
GABRIELA BILÓ/ESTADÃO CONTEÚDOO presidente da Câmara, Rodrigo Maia, foi uma das autoridades que teve o celular invadido pelos hackers

Rodrigo Maia, Davi Alcolumbre, Raquel Dodge e o presidente do STJ, João Otávio Noronha, também foram alvo dos hackers. Além do presidente da Câmara, do Senado e da procuradora-geral da República, ao menos um ministro do Supremo Tribunal Federal também estaria na lista.

“Mais algumas autoridades que foram hackeadas. Como o Alexandre falou, é um escândalo que seja tão fácil hackear ministros de Estado, políticos. Descobrimos uma modalidade nova, porque a gente achava que o hackeamento era algo muito mais sofisticado do que era. Esse caso mostra que é muito fácil hackear aparelhos. Uma informação que não temos ainda é se esses aparelhos, sejam os do Governo ou os do Congresso, eram funcionais e criptografados ou se eram pessoais, sem nenhum tipo de proteção adicional.”