Cabral, no fundo, era uma boa pessoa

  • Por Jovem Pan
  • 10/03/2017 08h35
Reprodução/Blog do Garotinho Sérgio Cabral

Sérgio Cabral bancava até mesada de R$ 7.500 para ex-sogra com dinheiro de propina.

O ex-governador do Rio de Janeiro também pagava R$ 3.250 reais em aulas de equitação para um dos filhos com a verba desviada.

Marco Antonio Villa comenta: isso é bonito. Ele gostava da sogra, veja o lado positivo! Dava até mesada para ela. No fundo, ele era uma boa pessoa, dirão os otimistas.

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.