Câncer de mama é o tumor mais comum nas mulheres brasileiras

  • Por Jovem Pan
  • 01/05/2017 08h41
O governador Geraldo Alckmin durante anúncio de Programa de Rastreamento de Câncer de Mama - "Programa Mulheres de Peito". Data: 05/02/2014. Local: São Paulo/SP. Foto: Edson Lopes Jr/A2 FOTOGRAFIAMamografia

O câncer de mama é o tumor mais comum nas mulheres brasileiras, depois do de pele não melanoma. E é também um dos mais curáveis. 

O tratamento está cada vez mais avançado, mas a mastectomia ainda é necessária quando o tumor está em estágio avançado. E alguns cuidados devem ser tomados para diminuir o risco de infecção no braço do lado em que houve a retirada da mama.

Quando os gânglios da axila são retirados também, a paciente pode ter dificuldade na drenagem linfática, o que pode provocar inchaço e risco de infecção. É importante, portanto, que protocolos de drenagem linfática e fisioterapia sejam adotados. A paciente também deve evitar usar esse braço para coleta de sangue e não deve fazer atividades físicas intensas com ele.

É sempre bom ressaltar que as mulheres devem fazer anualmente exames a partir dos 40-45 anos, como a mamografia e a ultrassonografia das mamas. O diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso do tratamento do câncer de mama.

Somos o Instituto Vencer o Câncer. Estamos juntos com você nessa luta. Acesse o nosso site: vencerocancer.org.br