Ciclismo de pista parece fácil, mas exige técnica e habilidade

  • Por Jovem Pan
  • 18/08/2016 10h56
ciclismo de pista

Olá!

E o assunto de hoje é outra modalidade olímpica na magrela: o ciclismo de pista.

Ainda pouco difundido no Brasil, o ciclismo de pista acontece dentro do velódromo, uma pista oval construída de madeira ou concreto, que possui entre 250 e 500 metros de extensão, e tem uma inclinação que simula uma reta infinita. Isso permite que o ciclista mantenha a velocidade alta para fazer o contorno da curva sem ter que virar o guidão ou frear.

A bicicleta de ciclismo de pista, diferente da bike de estada, é fixa, ou seja, não possui marchas e não tem a roda traseira solta. Isso significa que ao parar de aplicar força, a roda e os pedais continuam girando na inércia. E já que a bike também não possui freios, para frear, é necessário fazer força contrária no pedal.

Bom, como vocês podem perceber, o ciclismo de pista parece simples, mas na verdade requer habilidade e técnica dos atletas, principalmente nas disciplinas em que há vários bikers na pista brigando pelo melhor lugar.

Fico ligado na Pan para ouvir os próximos boletins sobre as modalidades do ciclismo de pista dos Jogos Olímpicos do Rio 2016.

E se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o mundo da Bike, escreva pra mim no bike@jovempan.com.br

Vamos pedalar?