Com adesão do PSDB ao impeachment, agora vai?

  • Por Jovem Pan
  • 12/12/2015 15h42
Brasília - Presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, o ex-presidente da Fernando Henrique Cardoso e o governador Geraldo Alckmin em reunião na sede da Executiva Nacional do PSDB (Valter Campanato/Agência Brasil) Valter Campanato/Agência Brasil Senador Aécio Neves e ex-presidente Fernando Henrique Cardoso durante reunião na sede do PSDB em Brasília

PERGUNTA: Agora que o PSDB aderiu ao impechment, você acha que realmente os dias de Dilma Rousseff estão contados no segundo governo e o mandato vai ser encurtado para que haja uma substituição que tire o Brasil desta crise?

Ouça a resposta e o comentário completo no áudio acima.