Combinada com mamografia, tomossíntese aumenta detecção precoce do câncer de mama

  • Por Jovem Pan
  • 06/01/2017 11h10
tomossíntese - rep

Com a evolução tecnológica, vários equipamentos de exames têm surgido.

A tomossíntese foi aprovada em 2011 e é conhecida como uma tomografia 3D. Esse exame pode ser usado de forma adicional à mamografia. O aparelho se move ao redor da mama possibilitando a visualização do tumor em diversos ângulos.

Em pacientes com mamas densas, este exame facilita a detecção de alterações principalmente em tumores de contornos irregulares.

Se combinada com a mamografia digital, a tomossíntese aumenta em 30% o diagnóstico precoce do câncer de mama.

Confira as informações do oncologista Fernando Maluf: