Denise: Congresso adia Previdência e legisla em causa própria

  • Por Jovem Pan
  • 25/09/2019 10h16
EBCApesar da demora, reforma da Previdência vai ser aprovada sem problemas maiores

O adiamento da reforma da Previdência para a próxima semana teve uma repercussão muito ruim no mercado financeiro. Não que se conte com algum problema sério, de fato, com relação a tramitação da reforma da Previdência. O problema é o adiamento.

Nós já estamos na expectativa de aprovação dessa reforma há muito tempo, ela está para lá de atrasada. Então fica aquela justificativa do porque do adiamento de determinadas decisões, o Governo fica mais cauteloso no encaminhamento de outras propostas, não quer que haja – no ponto de vista econômico – algum conflito no Congresso. É muita coisa que tem atrapalhado.

Nós temos ruídos políticos, temos essa disputa de poder. temos a inabilidade da base do Governo em lidar com algumas restrições que são colocadas no Congresso. E essa pauta, que é relevante para que se possa destravar pelo menos uma parte da estrategia do Governo em termos do reajuste das contas públicas.

Isso fica em compasso de espera e já estamos chegando ao final do ano. Vai ser aprovada, não deve vir nenhum problema maior. Já houve uma redução no que o Governo esperava garantir de redução das despesas ao longo dos próximos anos.

O Congresso continua legislando muito mais em causa própria por interesse politico mesmo.