Após encontrar flyer por acaso, Renata de Abreu virou expert em ayurveda e faz sucesso com técnica Detox Power

Dona de um spa urbano em Miami, coach atende clientes como Isabeli Fontana e Carolina Dieckmann; ela também é consultora e tem um livro sobre medicina alternativa aprovado pela Lei Rouanet

  • Por Fabi Saad
  • 30/03/2022 10h00
Divulgação Renata de Abreu, mulher loira, na faixa dos 30/40 anos, sentada em um sofá, com o braço direito apoiado na quina Renata de Abreu é consultora de spas, coach ayurveda, dona do Spa Home, em Miami, e criadora da técnica Detox Power

Nossa Mulher Positiva desta semana é Renata de Abreu, escritora, ayurveda coach, líder de negócios e defensora do bem-estar na indústria de spas há mais de 14 anos. Renata é conhecida por atender grandes celebridades do mundo da beleza, da moda e do entretenimento, como Martha Graeff, Isabeli Fontana, Carolina Dieckmann e Fernanda Rodrigues. Para chegar ao topo, o acaso teve papel preponderante. Sua carreira deslanchou após ela encontrar um flyer de um curso de shiatsu nos tempos em que ainda estudava psicologia. “Por curiosidade, resolvi fazer e me apaixonei pela filosofia oriental. Daí comecei a viajar para fazer cursos que não existiam no Brasil”, contou. Em menos de dois anos após voltar ela já tinha começado a treinar a sua primeira equipe. “Montei um spa com diversas atividades preventivas, estúdio de yoga e café com comidinhas naturais. Eu era muito jovem, tinha 21 anos e uma visão muito à frente da minha época.” Hoje, Renata tem um spa urbano em Miami no qual oferece o programa Detox Power, que “tem a missão de purificar e equilibrar o indivíduo por completo: mente e corpo”. A técnica é toda baseada na ayurveda, medicina milenar indiana focada na prevenção de doenças e na individualidade. “Minha mãe faleceu de câncer quando eu era pequena. Fiquei anos estudando processos inflamatórios e possíveis prevenções. Encontrei todas as minhas soluções na ayurveda e, por isso, hoje minha missão é difundi-la o máximo que conseguir.”

1. Como começou a sua carreira? Comecei quando estudava psicologia e encontrei, por acaso, um flyer de um curso de shiatsu. Por curiosidade, resolvi fazer e me apaixonei pela filosofia oriental. Daí comecei a viajar para fazer cursos nessa área que não existiam no Brasil. Quando voltei, comecei atendendo grávidas e mulheres. Em menos de dois anos, comecei a treinar minha primeira equipe e montei um spa com diversas atividades preventivas, estúdio de yoga e café com comidinhas naturais. Eu era muito jovem, tinha 21 anos e uma visão muito à frente da minha época. O lado positivo foi ter sempre sido pioneira no que faço.

2. Como é formatado o modelo de negócios do Spa Home Life? Meu spa urbano em Miami une filosofias milenares preventivas ao que tem de mais moderno em tecnologia. Minha missão é fazer com que as mulheres fiquem mais bonitas sempre, porém uma beleza que vem de dentro, resultado de equilíbrio emocional, organismo desinflamado e maior consciência em todas as suas escolhas. O programa Detox Power, de sete dias, tem a missão de purificar e equilibrar o indivíduo por completo: mente e corpo. Todo baseado na medicina ayurveda, ele vem transformando a rotina e bem-estar das pessoas que experimentam. Repito: minha missão é fazer com que as mulheres fiquem mais bonitas sempre, mas uma beleza que vem de dentro… Por isso, eu forneço as refeições, ervas, ensino receitas de elixires alcalinos e que estimulam a digestão. E tenho uma plataforma de vídeos online que instruem os participantes a aprenderem práticas de desintoxicação e rejuvenescimento, tais como o bochecho de óleo, a limpeza da língua, a meditação, a escovação a seco, uso de óleos essenciais, posturas específicas do ioga. Fora isso, tenho uma empresa de consultoria focada em spas urbanos e hotelarias, na qual coloco toda a minha experiência neste setor.

3. Qual foi o momento mais difícil da sua carreira? Nesses quase 25 anos de profissão, já houve vários momentos difíceis. Hoje entendo que todos eles foram os maiores responsáveis pela profissional que me tornei, pelo sucesso dos meus projetos. Aprendi que aquele ditado “depois da chuva, vem a bonança” é realidade. Um empresário jamais irá realizar grandes conquistas sem ter momentos de dificuldade. Sou canceriana e, dentro de tudo que já passei de negativo, o que realmente me marcou foram as decepções pessoais dentro do meu trabalho. Tratei e trato colaboradores como família, mas já fui muito traída. Sim, de todos os momentos difíceis, posso dizer que o maior deles foi ter me decepcionado com a traição da pessoa que mais ajudei até hoje. A parte boa é que esse fato não mudou meu coração e a forma de ver e tratar as pessoas que passam pela minha vida.

4. Como você consegue equilibrar sua vida pessoal x vida corporativa/empreendedora? Faço o meu máximo para equilibrar família, amigos e trabalho. Como tudo na vida, muitas vezes tiro de letra, porém algumas vezes me pego em um caos. Sou caseira, tenho cachorros, amo a natureza, gosto de ver o sol nascer todos os dias. A vida social fica bem complicada quando tenho muitos projetos. A prática da meditação e a atividade física me ajudam muito a fazer meu dia render, não esquecer de mandar um “oi” para aquela amiga querida, um “eu te amo” para o maridão. Algumas medidas como não usar o celular depois das 20h, durante as refeições, enquanto passeio com meus cachorros e caminho com meu marido já foram suficientes para uma grande melhora nas minhas relações pessoais e corporativas. Se estou em paz com os que amo e com a minha rotina, meu trabalho fica bem mais produtivo.

5. Qual seu maior sonho? Morar em uma casa bem gostosa na Califórnia, com uma área externa suficiente para ter minha academia, plantar e ter mais cachorros. Meu sonho é, de lá, ver meus projetos andarem mais independentes e minha missão sendo cumprida. Na quarentena, lancei meus cursos online e, semanalmente, recebo mensagens de alunos e participantes agradecendo os ensinamentos e me dizendo o quanto transformei a vida deles para melhor. Meu coração se alegra ao ponto de sentir que esse sempre foi o meu sonho. Mas, na verdade, eu aprendi com o Deepak Chopra que nossa missão, nosso Dharma, nos faz conquistar nossos sonhos mais verdadeiros. Sei que tenho muito ainda a contribuir com o universo, por isso ainda tenho muito a conquistar.

6. Qual sua maior conquista? Ter o meu livro “Ayurveda, Modo de Viver e Suas Origens” aprovado pela Lei Rouanet. O projeto inclui uma linda exposição de fotos feitas na Índia, cujo lucro será revertido a orfanatos do Brasil. Também a minha visita a diversos orfanatos pelo Brasil, onde ensinarei algumas práticas ayurveda para os órfãos. O oil pulling (bocheco com óleo), a meditação, a forma consciente de se alimentar etc. são algumas práticas que irei levar para crianças que já podem prevenir doenças no corpo físico e emocional. No livro, explico a história da ayurveda, a medicina milenar focada na prevenção e na individualidade dos seres. Também incluí receitas de alimentos e de beleza utilizando os conhecimentos ayurvedicos e o que temos no Brasil. A ayurveda mudou minha vida e me ajuda muito a transformar a vida das pessoas que me procuram. Minha mãe faleceu de câncer quando eu era pequena. Fiquei anos estudando processos inflamatórios e possíveis prevenções. Encontrei todas as minhas “respostas” e soluções na ayurveda e, por isso, hoje minha missão é difundi-la o máximo que conseguir.

7. Livro. “Mude Seus Horários, Mude Sua Vida”, do Dr. Suhas Kshirsagar.

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.