Com dedicação 100% aos clientes, agência de comunicação de Manuela Garcia cresceu durante a pandemia

Empresa Boutique M contrariou as expectativas e fechou um pequeno espaço para a equipe, que hoje totaliza oito pessoas: ‘A gente se reinventou e saímos da nossa zona de conforto’

  • Por Fabi Saad
  • 14/04/2021 08h00
Créditos/Jaime LemeManuela Garcia, fundadora da agência de comunicação Boutique M

Nossa Mulher Positiva é Manuela Garcia, fundadora da agência de comunicação Boutique M. Formada em marketing, ela conta um pouco da sua trajetória profissional, da sua expertise e do “novo momento” que encara com maestria. Durante a pandemia da Covid-19, quando muitas empresas faliram e fecharam, a Boutique M. cresceu e, recentemente, fechou um pequeno espaço para a equipe, que hoje totaliza oito pessoas. “A gente se reinventou, saímos também da nossa zona de conforto e nos dedicamos 100% aos clientes que depositam toda a confiança no nosso trabalho”, diz Manuela. Segundo a designer, apesar de contar com outros funcionários, ela e o sócio Eduardo Seemann se envolvem em todos os assuntos da empresa e realizam todos os atendimentos. “Fazemos dessa maneira para garantir a qualidade nas entregas e prazos”, afirma.

1. Como começou a sua carreira? Sou formada em design gráfico pela Fundação Armando Alvares Penteado (Faap), com especialização em Fashion Marketing na Esdi Barcelona. Decidi expandir meus horizontes ao me mudar para a Austrália, onde trabalhei na Brisbane ShowGrounds com eventos. Quando retornei ao Brasil, permaneci neste setor, trabalhando para marcas consolidadas como Tok & Stok, Martha Medeiros e Cris Barros. Minha visão para marketing sempre foi pensar fora da caixa e trazer novas oportunidades para as marcas, saindo da mesmice que outros concorrentes faziam.

2. Como é formatado o modelo de negócios da Boutique M? A Boutique M nasceu da palavra em francês que tem significado pequeno, porém exclusivo. E a empresa chega exatamente com esta proposta: atendimento exclusivo para os mais de vinte clientes que possui atualmente. Desenvolvemos o trabalho de marketing em cima de quatro pilares: marketing estratégico, mídias sociais, PR (relações públicas)/comercial, imprensa e styling. Contrariamos as estatísticas e, no momento que muitas empresas faliram e fecharam durante os últimos meses, a gente conseguiu crescer junto dos nossos clientes e acabamos de fechar um pequeno espaço para nossa equipe, que hoje totaliza oito pessoas. A gente se reinventou, saímos também da nossa zona de conforto e nos dedicamos 100% aos clientes que depositam toda a confiança no nosso trabalho. Aliás, todos os atendimentos da agência são feitos sempre por mim e o Edu – e isso jamais irá mudar. Eu e o Eduardo Seemann somos sócios e tomamos frente de todos os assuntos da empresa, além de realizarmos todos os atendimentos, e nossa equipe fica no operacional. Fazemos dessa maneira para garantir a qualidade nas entregas e prazos.

3. Qual foi o momento mais difícil da sua carreira? O momento mais difícil da minha carreira foi decidir se começava a empreender ou continuava na vida corporativa. Porém, sempre fui uma pessoa extremamente focada, e assim resolvi “arriscar”. No começo, sempre tem aquele medo se as coisas vão caminhar da maneira esperada, mas no fim deu tudo certo.

4. Como você consegue equilibrar sua vida pessoal x vida corporativa/empreendedora? É uma luta diária para tentar manter esse equilíbrio, pois quando temos nosso próprio negócio, não temos horários fixos e as preocupações e responsabilidades são grandes. Mas tento sempre que tirar pelo menos uma hora do dia para fazer atividades que me trazem para meu eu interior, como atividades físicas e meditação.

5. Qual seu maior sonho? Meu maior sonho é poder ver o sucesso da Boutique M crescendo cada vez mais sem perder o que temos como essência: tratamento extremamente respeitoso com funcionários, sempre estimulando eles através do clima no trabalho e bonificações, já que temos um endomarketing muito forte na empresa, além dos projetos sociais e de manter sempre nossa integridade nas entregas e atendimentos.

6. Qual sua maior conquista? Minha maior conquista foi ver a empresa crescer de uma maneira tão rápida. Não imaginávamos, começamos com três clientes e hoje, após um ano e meio, estamos com 22 clientes, vendo oportunidades ainda maiores para o futuro

7. Livro, filme e mulher que admira. Livro é “Mais esperto do que o Diabo”; filme “O Senhor Estagiário”, já que me identifico muito com a personagem principal; e mulher a atriz Emma Watson, que criou o movimento HeForShe, entre outros que ela faz de maneira linda.