Lara Lima venceu o medo, montou a própria agência e hoje é referência no mercado de luxo

Side Digital é, de acordo com sua fundadora, uma empresa criativa que trabalha com foco em soluções de marketing para marcas que buscam experiência, serviço e diferenciação

  • Por Fabi Saad
  • 29/12/2021 09h04
DivulgaçãoA publicitária Lara Lima criou a agência Side Digital

Nossa Mulher Positiva desta semana é Lara Lima, publicitária, marqueteira e, sobretudo, ebulição em forma de criatividade, interatividade e conectividade. Apaixonada por contar histórias e transformar qualquer coisa em ouro (principalmente a Side Digital, “uma agência criativa que trabalha com foco em soluções de marketing para marcas que buscam experiência, serviço e diferenciação”). Transgressora, ela vira tudo de cabeça para baixo e, com esse novo ângulo, um jeito de olhar particular, materializa visualmente narrativas. “A internet é muito rápida, precisamos estar sempre muito atentas a tudo que está acontecendo para poder criar da melhor forma.”

1. Como começou a sua carreira? Eu digo que comecei minha carreira ainda na escola. Sempre fui muito comunicativa, era sempre liderança de série e de sala e isso me fez crescer de uma forma sem igual. Porém, profissionalmente falando, comecei aos 18 anos, estagiando em uma agência de marketing digital. Na época, o Instagram estava começando a realmente ser o sucesso de hoje, então isso foi muito importante para todo o meu resultado. Aos 20, recebi uma proposta irrecusável de assumir todo o marketing da rede Carmel de hotéis e aí, sim, posso dizer que foi onde começou o maior desafio da minha carreira e me trouxe para o meu momento atual.

2. Como é formatado o modelo de negócios da Side Digital? Hoje eu tenho a Side Digital, uma agência criativa que trabalha com foco em soluções de marketing para marcas que buscam experiência, serviço e diferenciação. A maioria dos nossos clientes são do mercado de luxo. Nós entramos com toda a criação de conteúdo, direção criativa, relações públicas e diversas soluções quando se fala em marketing, imagem e marca.

3. Quando foi o momento mais difícil da sua carreira? Para mim, momentos difíceis são aqueles que nos trazem um certo medo, então posso dizer que quando realmente decidi ter a minha empresa, empreender de verdade, montar escritório, contratar pessoas e investir nesse sonho e desafio de ter o meu “business”.

4. Como você consegue equilibrar sua vida pessoal x vida corporativa/empreendedora? Essa pergunta é bem difícil (risos). Eu falo que a minha vida pessoal anda 100% ligada à minha vida profissional. Hoje atuo como relações públicas também, então, querendo ou não, estou sempre trabalhando, né? Além disso, uma das partes em que mais atuo é na segmentação digital, então estou sempre online, a internet é muito rápida, precisamos estar sempre muito atentas a tudo que está acontecendo para poder criar da melhor forma.

5. Qual o seu maior sonho? Eu tenho muitos sonhos, de coisas simples a grandes coisas, mas vou falar de duas áreas que acho mais fácil. Na área profissional, com certeza, é conseguir ajudar ainda mais marcas, pessoas e empresas a expandir a Side. Eu sou muito movida a propósito, e o nosso aqui na empresa é muito claro. Eu sonho em conseguir crescer isso e ajudar muitas pessoas e marcas mais. Já na área pessoal são vários: rodar o mundo, construir uma família… Posso passar horas listando alguns aqui.

6. Qual foi sua maior conquista? Eu sempre falo que sucesso é conseguir curtir as pequenas e grandes conquistas, é entender e aprender com o processo, mas posso falar que hoje a minha maior conquista profissional é conseguir transformar e entregar bons resultados a tantas marcas e pessoas.

7. Livro, filme e mulher que admira. Livro:O Paladar não Retrocede”. Filme: “Um Senhor Estagiário”. Mulheres: Michelle Obama e Luiza Helena Trajano.

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.