Ferroviários do Canadá fazem acordo para encerrar greve

Agronegócio temia impactos logísticos para fertilizantes que vem do Canadá para o Brasil

  • Por Kellen Severo
  • 23/03/2022 09h00 - Atualizado em 23/03/2022 09h12
Dan Loran/Unsplash Trem vermelho da Canadian Pacific, com as inicias CP na frente, em branco, sob trilho Acordo foi celebrado pelo ministro do Trabalho, Seamus O’Regan Jr., pelo Twitter

A Canadian Pacific Railway e o sindicato dos trabalhadores ferroviários do Canadá chegaram a um acordo para finalizar a greve que acontecia desde domingo no país. A greve dos trabalhadores era acompanhada de perto pelo agronegócio brasileiro já que o Canadá é um dos nossos principais fornecedores de potássio e 75% dos fertilizantes do Canadá dependem do transporte ferroviário. Ou seja, o risco de ruptura da cadeia logística poderia gerar atraso na distribuição de adubo em um contexto onde o nosso fornecimento de potássio já está prejudicado pela redução das exportações da Rússia e Bielorússia. No Twitter, o ministro do Trabalho do Canadá, Seamus O’Regan Jr., comemorou o acordo firmado entre a empresa e o sindicato de trabalhadores e disse que as atividades dos ferroviários já voltaram ao normal na última terça-feira. Segundo ele, após o período de arbitragem entre as partes, um acordo coletivo será firmado. A notícia é um alívio para o agro brasileiro que agora tem menos um desafio para monitorar.

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.