Constantino: Boa sorte aos que se voluntariarem a tomar a vacina chinesa contra a Covid-19

“O governo de São Paulo já quer dezenas de milhões de pessoas vacinadas ainda neste ano, acho que é preciso ter um pouco mais de cautela”, analisa Constantino

  • Por Jovem Pan
  • 21/09/2020 08h16
EFE/ Andre BorgesCoronavac é a grande aposta do governo de SP contra a Covid-19

São Paulo receberá, no mês que vem, as primeiras doses da Coronavac, vacina contra a Covid-19 desenvolvida em parceria entre a chinesa Sinovac com o Instituto Butantan. Inicialmente serão 5 milhões de doses, mas a expectativa do governo de SP é chegar a 46 milhões até dezembro. “Pois é, em que pese todo o respeito e credibilidade ao Instituto Butantan, boa sorte aqueles que se voluntariarem para tomar a vacina chinesa, feita às pressas. Vale lembrar o que aconteceu com os testes na Oxford: um caso de sintomas que não estavam diretamente ligados à vacina, a princípio, mesmo assim foi suficiente para parar todo o processo e ver se havia algum problema mais grave no uso da vacina. A gente sabe que a China não funciona da mesma forma, é feita às pressas, o governo de São Paulo já quer dezenas de milhões de pessoas vacinadas ainda neste ano, acho que é preciso ter um pouco mais de cautela”, opinou Rodrigo Constantino.