Constantino: ‘Em todos os aspectos, o brasileiro deveria estar torcendo para Trump ganhar’

Para o comentarista, uma possível vitória de Joe Biden dificultaria a relação comercial com os Estados Unidos

  • Por Jovem Pan
  • 03/11/2020 08h15
EFE/EPA/BRANDEN CAMPPara Rodrigo Constantino, o relacionamento pessoal de Jair Bolsonaro e Donald Trump ajuda a aproximar os países

A eleição para a escolha do novo presidente dos Estados Unidos acontece nesta terça-feira, 03. Enquanto cerca de 100 milhões de eleitores norte-americanos já votaram antecipadamente, acirra ainda mais a disputa entre Donald Trump e Joe Biden, candidatos ao cargo na Casa Branca, e dúvidas sobre o impacto do resultado para as relações com o Brasil começam a surgir. Para o comentarista Rodrigo Constantino, avaliando diversos aspectos, os brasileiros deveriam torcer para a reeleição republicana, já que uma possível vitória de Biden seria ruim para o Brasil e para a relação comercial com os Estados Unidos.

“[A vitória de Biden] seria ruim para o Brasil por alguns motivos. O primeiro, que é óbvio, é que o relacionamento pessoal de simpatia mútua que Bolsonaro e Trump possuem ajuda de alguma forma a abrir portar e aproximar os dois países. Em segundo lugar, o próprio Joe Biden já ameaçou o Brasil em um debate e na página oficial dele tem uma caixa de perguntas sobrea Amazônia. Ele trata a Amazônia como patrimônio ou como algo que pertence ao mundo. Ou seja, Joe Biden faz ameaças diretas ao Brasil em relação a nossa soberania, ele está disposto a impor sanções se não cuidarmos da Amazônia como ele acha que deveríamos. Por fim, a agenda democrata é mais protecionista, mais dirigista em relação à economia e isso pode diminuir a taxa de crescimento nos Estados Unidos e dificultar países que possuem relações comerciais com os Estados Unidos. Em todos os aspectos, o brasileiro deveria estar torcendo para o Trump, mas sabemos que isso não acontece porque ele desperta emoções muito instintivas em alguns.”