Índice de fumantes diários no Brasil cai no período entre 1990 e 2015

  • Por Jovem Pan
  • 25/08/2017 10h51
Mas mesmo com essa queda, ainda temos mais de 11 milhões de homens fumantes e mais de 7 milhões de mulheres fumantes

O índice de fumantes diários no Brasil caiu de 29% para 12% entre os homens e de 19% para 8% entre as mulheres, no período entre 1990 e 2015, segundo um levantamento publicado na revista científica The Lancet.

Impostos mais altos, proibição de fumar em lugares fechados e a disseminação de informações sobre os riscos do tabagismo para a saúde são ações que contribuíram para a redução do número de fumantes no Brasil. Mas mesmo com essa queda, ainda temos mais de 11 milhões de homens fumantes e mais de 7 milhões de mulheres fumantes.

Fumar causa câncer e outras doenças. Por isso, a queda no número de fumantes é extremamente importante, mas é preciso mais! Noventa por cento dos fumantes iniciam seu consumo antes dos 19 anos de idade. A idade média de experimentação entre os jovens é de 16 anos. É preciso investir em ações para esse público alvo, para evitar que nossos jovens comecem a fumar.

Somos o Instituto Vencer o Câncer. Estamos juntos com você nessa luta. Acesse o nosso site: vencerocancer.org.br