Cunha quer livrar a cara e jogar batata quente em Temer

  • Por Jovem Pan
  • 18/04/2017 08h06
Brasília - O vice-presidente Michel Temer recebe do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, a Medalha do Mérito Legislativo 2015 (Antonio Cruz/Agência Brasil)Eduardo Cunha e Michel temer - AGBR

Em nota escrita na cadeia, Eduardo Cunha afirma que foi Michel Temer quem agendou reunião com empreiteiros na campanha de 2010.

O ex-deputado contesta a versão do presidente sobre o encontro no qual, segundo os delatores, foi acertado o pagamento de propina ao PMDB.

Marco Antonio Villa comenta: Cunha quer livrar a sua cara. Está preso. Nunca na história do Brasil tanta gente poderosa esteve presa.

Agora ele quer lançar a batata quente para o presidente da República que, na época, era candidato a vice-presidente na chapa de Dilma Rousseff em 2010.