Dilma joga água no moinho de Temer

  • Por Jovem Pan
  • 05/04/2017 09h37
Fernando Bizerra Jr. / EFE Michel Temer e Dilma Rousseff durante evento em Brasília

Dilma Rousseff jogou água no moinho do presidente Michel Temer, em entrevista publicada no dia do julgamento da chapa no TSE. Tanto os advogados da petista quanto os do peemedebistas concordam com esse ponto.

Dilma disse que era o comitê de campanha dela o responsável por pagar todas as contas de Temer, desde jatinhos até assessores. Ela assume que foram os petistas que arrecadaram quase todo o dinheiro e Temer, apenas uma pequena parcela.

Dilma acabou corroborando a tese da defesa de Temer, de que ele não tinha responsabilidade objetiva nem pela arrecadação irregular, nem pelos pagamentos irregulares da campanha. Os defensores de ambos avaliam assim a fala da petista em entrevista a Mônica Bergamo na Folha de S. Paulo.

A ex-presidente acabou tratando o peemedebista como um “vice decorativo” também na campanha.

Temer tenta separar as responsabilidades pelas duas campanhas para poder permanecer no cargo.

“E como o Temer não tem nada a ver com isso? Na campanha, ele arrecadou R$ 20 milhões de um total de R$ 350 milhões. Nós pagamos integralmente todas as despesas dele. Jatinhos, salários de assessores, advogados, hotéis, material gráfico, inserções na TV”, afirmou Dilma.

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.