Docilidade do STF no mensalão impulsionou o petrolão

  • Por Jovem Pan
  • 24/04/2017 08h23
Mensalão: julgamento será retomado nesta quarta (21) e Joaquim Barbosa não deve presidir sessão

Marcelo Odebrecht pediu que executivos reduzissem o pagamento de propinas no primeiro ano da Lava Jato.

O pedido foi feito a Hilberto Mascarenhas através de um e-mail em que o empreiteiro alegou que a empresa poderia auditar os pagamentos.

Marco Antonio Villa comenta: O esquema de corrupção em larguíssima escala continuava acontecendo sem nenhum problema.

E durante o julgamento do mensalão, de 2012 a 2014, nunca se desviou tanto dinheiro público. A Justiça não assustava em nada os corruptos.

Na AP 470, os núcleos financeiro e publicitário foram duramente punidos. A docilidade do STF com os políticos estimulou ainda mais a corrupção do petrolão.

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.