Doria muda o tom sobre a gestão Haddad

  • Por Jovem Pan
  • 22/05/2017 11h40

João Doria Jr. e Fernando Haddad durante transmissão de cargo de prefeito de São Paulo

ABR - João Doria Jr. e Fernando Haddad durante transmissão de cargo de prefeito de São Paulo

Neste fim de semana, vimos uma “inflexão” na política do prefeito de São Paulo João Doria, avalia a comentarista Vera Magalhães. Durante megaoperação policial na cracolândia, Doria anunciou o fim do programa de Haddad na região, o Braços Abertos, que empregava adictos em serviços de limpeza e lhes oferecia hospedagem em hotéis da região.

Isso foi apontado desde a saída de Soninha da secretaria de Assitência e Desenvolvimento Social, ela que “tinha sido hesitante em acabar com o programa Braços Abertos”, e a entrada do jovem Filipe Sabará, com uma linha menos condescendente e mais “focada na questão da segurança”.

No começo do mandato, Doria tinha sido muito leve ao tratar a herança de Haddad na Prefeitura. Agora já notamos, justamente com essa subida de tom em relação ao PT, pontuações mais firmes do prefeito em relação ao que recebeu da gestão anterior.