É possível viajar para os EUA sem gastar muito e sem perder tempo

  • Por Jovem Pan
  • 06/10/2015 12h40
Superlua vista sobre o horizonte de Nova Iorque desde de Nova JerseySuperlua vista sobre o horizonte de Nova Iorque desde de Nova Jersey

Olá ouvintes, meu nome é Silvio Cioffi e hoje vamos falar de como planejar uma viagem para os EUA sem necessariamente gastar demais e sem perder tempo.

A primeira dica é constatar que no território norte-americano, para onde há dezenas de voos diretos e diários a partir do Brasil, tem diversas portas de entrada.

As mais comuns para os brasileiros são Miami ou Orlando, na Flórida; Nova York; Chicago; Dallas; Atlanta; e Los Angeles.

Essas cidades são chamadas de “hubs”, que são os nós aéreos, para onde as companhias voam e de onde partem as suas conexões.

Assim, escolher bem para onde se quer ir e estar atento à sazonalidade do turismo nos EUA, ajuda a aproveitar ao máximo as viagens para lá.

Se você gosta de calor e de praias, a região da Flórida, uma penísula cercada pelo mar do Caribe, é atemporal e não decepciona.

Mas, se você gosta de esquiar na neve, seu destino deve ser as montanhas Rochosas, entre os Estados do Colorado e de Utah, e a época certa é entre os meses do final do ano e o início do próximo. A Califórnia, em locais como Lake Tahoe, na fronteira com o Estado de Nevada, também tem montanhas fantásticas para a prática deste esporte.

Por sua vez, antes visitar as metrópoles do norte, caso de Nova York ou de Chicago, você vai lidar com verões quentes no meio do ano e baixas temperaturas à medida que o Natal e o Réveillon se aproxima.

Planeje bem para gastar menos e para tirar o melhor de cada roteiro pelos EUA. As viagens são investimentos. Talvez o melhor deles: nelas, você sempre sai mais rico do que entrou.

E, afinal, embarcar em experiências inesquecíveis e em viagens que combinem com você, não tem preço.