É preciso restaurar a ordem no Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 25/05/2017 12h04
BRA103. BRASILIA (BRASIL), 24/05/2017.- Soldados del ejercito brasileño hacen guardia en las inmediaciones del Ministerio de Desarrollo Agrario de Brasil hoy, miércoles 24 de mayo de 2017, en Brasilia (Brasil). El Gobierno brasileño aseguró hoy que el decreto del presidente Michel Temer que autoriza la presencia de las Fuerzas Armadas en las calles del Distrito Federal será revocado cuando se haya restablecido el "orden", tras los graves incidentes ocurridos este miércoles. EFE/FERNANDO BIZERRA JRSoldados fazem guarda nas imediações do Ministério de Desenvolvimento Agrário

O Parlamento foi ameaçado, ministérios foram destruídos, invadidos.

Um novo Brasil está surgindo com respeito à ordem;

Depois do fium do militarismo, todos que assumiram tiveram receio de chamar os militares. Mas isso é apenas invocar o império da lei e da ordem.

Temos uma lei de segurança nacional, que define pena para o escrito em seu artigo 35: “perturbar ou tentar perturbar, mediante o emprêgo de vias de fato, ameaças, tumultos ou arruídos, sessões legislativas, judiciárias ou conferências internacionais realizadas no Brasil”.

Sempre que fiz comentário a esse respeito, lembrava do estudo na Faculdade de Direito sobre o conceito de bem comum, dirigido ao juiz, para aplicar a lei.

Há o sentido social da lei e as exigências do bem comum. Não é a praia, não é a praça pública, nem o conceito de liberdade. A ordem é o bem comum.

É preciso restaurar no Brasil fundamentalmente a ordem.