É um desgoverno absoluto no Rio de Janeiro

  • Por Jovem Pan
  • 15/03/2017 14h35
O governador Luiz Fernando Pezão e o ex-governador Sérgio Cabral na na cerimônia na Sala Cecília Meireles em comemoração aos 50 anos do Museu da Imagem e do Som (MIS) (Fernando Frazão/Agência Brasil)Sérgio Cabral e Pezão - ABR

Governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão volta atrás e revoga a nomeação de secretária alvo da Lava Jato e aliada de Eduardo Cunha.

Solange Almeida iria para a Secretaria de Proteção e Apoio à Mulher, mas o Ministério Público alega que ela foi condenada por improbidade administrativa. 

Marco Antonio Villa comenta: Incrível que ele não sabia. O Pezão é inacreditável. Bastava passar o pente-fino. E essa senhora é muito conhecida.

O prefeito da capital, Crivella, também fez nomeação e voltou atrás. É um desgoverno absoluto no Rio de Janeiro.