EDITORIAL DO GRUPO JOVEM PAN

Em ano eleitoral, reafirmamos nosso compromisso com a democracia e com o fortalecimento de nossas instituições; acreditamos no respeito entre os Poderes para que cada um cumpra autonomamente com o seu dever constitucional

  • Por Jovem Pan
  • 12/05/2022 14h57 - Atualizado em 12/05/2022 15h16
Divulgação/Jovem Pan Símbolo da Jovem Pan Microfones do Grupo Jovem Pan vão continuar mostrando os fatos, ouvindo as versões e ajudando a audiência a formar opinião sobre os temas de interesse nacional

Estamos nos aproximando de mais uma eleição. Um período em que reafirmamos nosso compromisso com a democracia e com o fortalecimento de nossas instituições. Não há espaço para cortinas de fumaça que tiram o foco do debate público sobre os temas de real interesse. Não há espaço para descredibilizar o processo eleitoral com falácias. Acreditamos em nossas Instituições e no respeito entre os Poderes para que cada um cumpra autonomamente com o seu dever constitucional, sem interesses particulares, ou sucumbiremos enquanto nação. E nós não queremos isso. O compromisso daqueles que ocupam cargos públicos ou que almejam ocupa-los após as eleições deste ano deve ser o de defender o Estado Democrático de Direito, a independência entre os Poderes e o de respeitar as Instituições. Qualquer manifestação contrária a esses princípios não tem e não terá apoio do Grupo Jovem Pan.

Ao longo de 80 anos, a Jovem Pan se pautou por esses princípios e tem um compromisso inegociável com os interesses do país, com a defesa da democracia, com as liberdades de expressão e de imprensa. Somos contra a incitação à violência, porque o caminho para o crescimento econômico precisa de estabilidade, não de turbulências. Temos inimigos reais que precisam ser combatidos com ações efetivas, e não com discursos falaciosos, que incitam grupos políticos e ideológicos, mas que não entregam resultados efetivos para o povo que quer trabalho, saúde, segurança, educação e prosperidade.

Nossos microfones vão continuar mostrando os fatos, ouvindo as versões e ajudando nossa audiência — no rádio, na televisão e na internet — a formar opinião sobre os temas de interesse nacional. Todos aqueles que estão dispostos a discutir os caminhos do país têm espaço em nossos jornais e programas. A premissa para ocupar esse espaço é o respeito. Nossos jornalistas e comentaristas gozam de total liberdade para emitir opiniões, encontrando na ética profissional e nas leis os limites para que essas opiniões sejam emitidas. Contemplamos os mais diversos espectros políticos e ideológicos, bem como as mais distintas visões de mundo em nossos quadros. Essa pluralidade revela nosso compromisso com o debate público e com a liberdade de expressão. Mas é preciso reiterar: jornalistas, comentaristas e convidados não refletem a posição do Grupo Jovem Pan enquanto instituição.

Confira abaixo o vídeo sobre o editorial: