Em mais um fato não “desprezível”, situação de Temer piora

  • Por Jovem Pan
  • 21/06/2017 08h35 - Atualizado em 29/06/2017 00h53
GRA018. BRASILIA, 22/04/2017.- El presidente de Brasil, Michel Temer, durante la entrevista concedida a la Agencia EFE en Brasilia, en la que destacó la visita a su país la semana próxima del presidente del Gobierno español, Mariano Rajoy, y abordó cuestiones de actualidad nacional e internacional. EFE/Joédson AlvesPresidente Michel Temer dá entrevista à EFE

Presidente Michel Temer sabia dos pagamentos de propina na Petrobras, revela Lúcio Funaro à Polícia Federal.

De acordo com o doleiro, Temer ainda orientou a distribuição de dinheiro desviado da Caixa Econômica Federal.

Marco Antonio Villa comenta: Não é um fato “desprezível”, usando termo do glorioso sr. presidente. É muito grave.

Esse sr. Lúcio Funaro é muito próximo de Eduardo Cunha e chegou a receber pessoas com um revólver na mesa.

Todas as situações precisam ser comprovadas, mas a cada dia a situação de Temer piora.